Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Unicórnio

O dia a dia de um Unicórnio. Suas inspirações, aventuras e desaires.

O dia a dia de um Unicórnio. Suas inspirações, aventuras e desaires.

O Unicórnio

30
Mai16

A minha vizinha Júlia é melhor que a vossa.


O Unicórnio

13296280_1061569550559315_734260439_n.jpg

 

É minha vizinha desde sempre. Conheço-a assim desde sempre. De preto, velhota, faladora, simpática, trabalhadora e a chamar-me por “nha Ana”.  

Há quase dez anos que deixei de viver na minha rua na aldeia de Azinhaga. Quis a vida que eu fosse para a cidade. Deixei de viver na minha rua, mas é nela que habito, entenda-se.  

Lá, uma das minhas vizinhas mais castiças é a Dona Júlia. A Dona Júlia tem 92 anos.

-“Então, nha Ana como está o menino e o Filipe?”

É com esta genuína e inocente preocupação que me aborda sempre. A vida já lhe dobrou as costas e as rugas cada vez são mais profundas, mas tem uma genica no olhar que não conheço a muitos de 40.

Hoje, tal como faz quase todas as semanas quando o tempo aquece, foi apanhar malvas que depois vende para chás. Esta, é uma prática muito comum na Azinhaga, pois a terra é fértil e tudo dá.  Gosto da Dona Júlia e gostaria que vivesse para sempre, pois nela relembro os meus avós que partiram cedo.

Ó vizinha, posso tirar-lhe uma foto para pôr na net?
- Podes cachopa, podes.

 
 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D